Pagando língua

Todo mundo sabe que não sou fã de esporte algum, competição, nem nada do tipo. E também não gosto de assistir televisão, acho que é o melhor sonífero que existe. Juntando esporte + televisão, temos Copa do Mundo, que sempre foi sinônimo de pesadelo pra mim. A melhor delas foi a de 2002, pois passei pelo evento dormindo que nem anjinho… e xinguei horrores quando fui acordada pelos gritos de “ganhamos o penta”.

Por todo esse passado, os acontecimentos dos últimos dias são surpreendentes. Como o frio de BH não me deixou escolha a não ser o repouso, o jeito é acompanhar os jogos e blogs sobre a Copa. E até que os comentários estão bem interessantes! Mas os jogos… só não me distraí no Argentina x Costa do Marfim (e não, eu não torço contra a Argentina!), o resto foi sonífero puro…

E, pelo engarrafamento que estou vendo e ouvindo, mais as buzinas e afins desde ontem, por pior que seja Brasil x Purina Croácia, vai ser impossível dormir.

Anúncios

3 pensamentos sobre “Pagando língua

  1. é… personalidade é mesmo uma coisa ótima de se ter, hehehehe… Cynhtia, eu passei o último domingo com tampões nos ouvidos tentando estudar Direito Constitucional. Sabe aqueles tampões profissionais, usados pelos operários dentro das fábricas? Pois é, eu tenho alguns pares. Sabe aquela playboizada que tem um carro nos alto-falantes? Pois é… Boa sorte pra vc também.

  2. Não é mau humor, não, Rozzana! Meu computador está pifado, e eu fiquei doente, repouso obrigatório. Nunca assisti tanto futebol nem fiz tanto tricô na vida! Nem me reconheço mais…

    LucianA, até que não posso reclamar muito da barulheira. Já morei do lado de estádio de futebol, e no caminho de um dos piores engarrafamentos da cidade. Meus vizinhos fazem festa direto, com esse tipo de carro que você descreveu, e um gosto musical bizarro. E sempre acho que não vou conseguir dormir com o barulho, mas durmo tranqüila…

Os comentários estão desativados.