Brinquedos para gatinhos

Uma tia da minha mãe falava que crianças se divertem mais com 50 brinquedos de 1 real do que apenas um brinquedo de 50 reais. Parte da graça está na variedade, pois dificilmente um brinquedo dura muito tempo na mão de uma criança. Com gatinhos, a lógica é a mesma. Cansei de comprar brinquedos ditos “específicos” em pet shops, e não duraram nem um dia. Já os brinquedos baratinhos, no melhor estilo “feito em casa”… quanta diversão! Olha só:

  • saleiro em formato de ovo. O sal é bem fininho, não gruda em época de chuva, é ótimo pra temperar pipoca. E, quando o saleiro fica vazio, vira tipo uma bolinha de papel, só que mais resistente e barulhenta
  • papel chumbo. Depois de comer chocolate, o que fazer com o papel que o envolvia? Antes ia pro lixo, mas aí descobrimos que temos uma gatinha apaixonada por bolinhas de papel chumbo
  • fios dos mais variados tipos: eletricidade, lã, plásticos. Com cerca de 40cm de fio já é possível fazer muita bagunça, mas os maiores são mais confortáveis (protegem as mãos) e versáteis: é possível desde pendurar o fio e ficar movimentando-o para as vítimas tentarem pegá-lo (variação: amarrar na maçaneta), ou andar arrastando o fio para que corram atrás de você, ou deixar que a turminha se encarrega de achar variante pra brincadeira enquanto você fotografa. Ah, nada de fio acetinado ou muito fino, pois corre o risco de algum burrinho achar que é espaguete… por segurança, esse tipo de brinquedo só pode ser usado com supervisão bípede
  • pedaços de embalagens plásticas. Sabe aquele plástico protetor de algumas embalagens, tipo as de vidro de azeitona e palmito? Ele pode muito bem substituir uma bolinha de papel. Quanto mais crocante (modo de pensar deles), isto é, fizer barulho (modo de pensar bípede), melhor
  • saquinho de pão. Pode virar uma bola de papel gigante, servir de tapete (e aí vão brigar pelo direito de usá-lo) ou virar um pseudo-esconderijo, já que metade do corpo do bichinho fica pra fora…
  • laser ou lanterna. É o melhor brinquedo de todos, e foi dica do Manual do Proprietário. Basta fazê-los correr atrás da luz, em uma sala escura. Diversão garantida.
Anúncios

5 pensamentos sobre “Brinquedos para gatinhos

  1. Lendo seu post, entendi pq meu filho qdo tinha 2 anos, eu toda feliz, levei na loja pra comprar um carrinho de controle remoto….hahaha…saímos da loja com um carrinho de plástico verde de 1 real e ele todo satisfeito…depois disso comprei vários ele se esbaldou.

    Acho, nos humanos, tão perto dos animais…aprendo muito com meus gatos…aliás estou com um que adora melancia, acredita? Melancia!

    Nunca tinha visto isto, já tive outros q gostavam de pipocas, chocolates…mas o Kiko não pode comer melancia perto dele q ele fica insuportável até conseguir uma lasquinha. Claro q todos são tratados com ração.
    bjs li

  2. Hehehehe, o Nino e o Mingau adoram as bolinhas de papel chumbo também… Se divertem por horas… E eu me divirto comendo o chocolate, heh…

  3. lilian, já vi vários gatos comendo laranja, milho, tomate, beterraba, mas melancia é novidade… E aqui em casa o Snarf AMA alface! Ele faz um escândalo quando vou preparar o almoço e não divido minha alface (que eu também amo) com ele.

    , não sei o que é melhor: comer o chocolate sabendo que vai virar brinquedo, ou ver a turminha brincando…

  4. Ah, sem dúvida! Sem falar que os ratinhos de catnip, as bolinhas enfeitadinhas etc somem na primeira semana (vão parar em quaisquer frestas inimagináveis da casa)…

  5. qualquer caixa é uma festa para gatinhos 🙂 aqui em casa não há brinquedo melhor. sacos de supermecado e, claro, a borboleeeeeeeeeeeeeta psicodéeeeeeeeelica: uma borboleta verde com sininho

Os comentários estão desativados.