Eu tenho medo da Linha Verde

A Linha Verde vai melhorar o trânsito, a Linha Verde vai modernizar a cidade, a Linha Verde precisa ser feita com urgência… ouço tudo isso desde que os vôos do aeroporto da Pampulha migraram pra Confins, e o governo do estado resolveu interferir no trânsito e criar obras faraônicas para que o tempo de se fazer a viagem de BH até Confins seja menor que uma hora.

Um dos problemas de se fazer tudo isso às pressas foi divulgado agora: o super-viaduto de quase 500m na Cristiano Machado, sobre a Jacuí e a Silviano Brandão, ainda não pôde ser liberado porque não passou nos teste de carga suportada. Pra ser liberado, será necessário colocar novas estacas de sustentação. As notícias tentam não fazer alarde, mas deixam claro que trata-se de uma anomalia.

Duvida? Então veja esta, esta, e esta notas do Estado de Minas e do Hoje em Dia publicadas no site oficial da Linha Verde.

Anúncios

3 pensamentos sobre “Eu tenho medo da Linha Verde

  1. Cyntia,
    fiquei preocupada! Minha irmã mora ali pelos lados da Cidade Nova, e sempre tá passando por esse viaduto. Tomara que corrijam o problema e terminem logo esta linha verde! A última vez que fui aí gastei 1 hora de Brasília a Confins e quase duas horas de Confins até o Bairro Anchieta, por causa destas obras!
    Ih, me deu uma saudade de BH! Bjim!

  2. Cynthia, obrigada pela visita lá no blog. Li rapidamente teus posts recentes e gostei muito!! Tenha certeza que irei visitar o teu cantinho quando puder. Notei que temos uma coisa muito legal em comum: a preocupação com a condição feminina. Vc tbém é professora? (vi q vc incluiu o teu Curriculum Lattes). Vou responder o teu comentário agora lá no blog. Apareça sempre e comente mais, vou gostar muito.
    bjs,
    Cris S. (Cris) 🙂

  3. Ana Paula, eu moro pertinho da Linha Verde (a ponto de não conseguir dormir por causa das obras), e também estou com medo, mas torço pra turma do aécio ser bastante responsável, corrigir essas falhas e diminuir ao máximo os nossos riscos. E, por causa dessas obras, só vou ao centro da cidade se for extremamente necessário – gastar mais de uma hora em um caminho que antigamente era feito em meia hora é um absurdo!

    Cris, adorei a sua visita. Acho que temos algumas coisas em comuns, sim. E pode deixar, que te visitarei mais vezes, entre uma aula e outra…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s