Benazir Bhutto

Cresci lendo revistas falando da dificuldade das mulheres em assumirem cargos políticos importantes, e vendo exemplos das exceções. Benazir Bhutto era uma delas: mulher que recebeu educação exemplar em uma época na qual poucas mulheres estudavam, e duas vezes eleita primeira-ministra de um país muçulmano que oscila entre o autoritarismo e a democracia.

A vida política não é fácil para ninguém, e Benazir sofreu diversos revezes, incluindo exílios e atentados. Mas o que fica pra nós, após o seu assassinato estúpido, é a coragem de alguém que optou por sair de um auto-exílio e se propôs a modificar a situação política insustentável de seu país de origem. O mundo perdeu uma grande liderança, e as mulheres perderam um exemplo de mulher poderosa na esfera pública.

Anúncios