Outubro Rosa: Mulher Consciente na luta contra o câncer de mama

Padrão

Outubro é um mês que tradicionalmente tem sido dedicado à conscientização sobre o câncer de mama, por ser ele o tipo de câncer que mais acomete mulheres. Embora seja uma doença com boas possibilidades de cura se diagnosticada cedo, no Brasil o índice de mortalidade é elevado, em parte devido à má divulgação de informações sobre o tema e, em parte, pela nossa cultura.

Quando escrevi o post sobre valorização das mulheres, observei que muitas mulheres ainda vivem mais para os outros, não cuidando da própria saúde e ocultando sintomas de doenças. Não querem preocupar ninguém, e por isso acabam atrasando o diagnóstico e a cura. É uma situação horrível, mas ainda é muito comum.

Segundo a Sam Shiraishi, que propôs esta blogagem coletiva, mudar essa cultura de descaso com o próprio corpo faz parte da campanha deste ano:

Convencer as mulheres a se tocar, a fazer o auto-exame, foi um longo trabalho de quem trabalha com saúde feminina. Ainda tem muita mulher que vê os próprios seios como atrativo para o homem, inveja para as mulheres ou simplesmente o alimento do filho. Fora destes contextos, é de ninguém. Quando a mastologista falou: a mulher tem que se apoderar de sua mama, fiquei encantada. A frase é perfeita.

Por outro lado, falta a divulgação de informações, conscientizando as mulheres, como comprova pesquisa do Datafolha: 65% das mulheres entrevistadas não sabiam que a mamografia é uma das formas de diagnosticar o câncer de mama. E as informações referentes a tratamento são escassas, com ênfase na quimioterapia.

Não tenho a menor dúvida de que a falta de cuidar de si, aliada à má divulgação de informações e o tabu dos efeitos da quimioterapia impede muitas mulheres de procurarem cuidados médicos quando o câncer ainda é incipiente. Pra combater isso, é necessária muita informação.

Portanto, façamos nossa parte. É necessário estudar um pouco (para não sair por aí divulgando mitos), e discutir o assunto com todas as mulheres, estimulando-as a fazerem o auto-exame das mamas, consultas clínicas e mamografias. A mamografia deve ser feita a partir dos 40 anos (ou a partir dos 30, se houver casos de câncer na família). E a lei 11.664/08 assegura, a partir de abril de 2009, a mamografia para pacientes do SUS.

Para saber mais:

Para mais posts sobre o Outubro Rosa, veja os links no Luluzinha Camp.

Anúncios

Uma resposta »

  1. Pingback: Pink Cadillac « Pensamentos de Uma Batata Transgênica

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s